Gestão – Da Burocracia à Psicologia

Gestão – Da Burocracia à Psicologia

Para demonstrar que você é boa de direção de arte, você pode apresentar as peças que criou, até mesmo de campanhas que nunca foram veiculadas. O mesmo com redação, por exemplo. Mas como se reconhecem as habilidades na gestão de contas?

Se você é uma profissional com algum tempo de mercado, terá uma lista de locais onde trabalhou, clientes atendidos e todas aquelas coisas que estamos acostumadas a ler em CVs. Sua reputação também faz parte. No seu CV vão constar nomes e telefones de pessoas que podem atestar sua competência. Isso basta? Claro que não. Aliás, CV é apenas um ponto de partida.

No CV, aliás, a gente encontra informações do que já aconteceu, mas não o processo de trabalho. E é muitas vezes nesse processo que se define o quanto uma gestão foi eficaz. Ninguém nunca vai saber, pelo que está escrito, se aquele resultado foi obtido à custa de uma noite de trabalho totalmente desnecessária ou se a campanha entrou no ar depois de a cliente ter que empenhar mais verba do que inicialmente acordado (e ficou insatisfeita com isso).

O que faz um boa gestão nem sempre é o resultado por si só, mas como você faz para ter aquele resultado. Isso é algo que se aprende e se conquista.

Você sabe explicar a sua postura profissional, a sua atitude? Sabe explicar claramente o seu modo de fazer – e fazer bem – o que precisa e deve ser feito?

Aproveitando o exemplo da verba a mais: como você explica a uma cliente que o trabalho saiu do escopo planejado e ela terá de aportar uma verba adicional? Como lida com uma possível negativa? Que desfecho (ou desfechos) você consideraria satisfatório tanto para sua agência como para a sua cliente?

Dica: para responder, você precisa ter bem claro:

1. Qual o seu método para “entender do negócio do cliente”?

2. Que sistema utiliza para controlar prazos e budgets?

3. Como você organiza a sua equipe e a equipe da agência em torno de um job para garantir que o trabalho seja criado e executado de forma eficaz?

Parece trivial demais? Só que não. Tente responder realistica e honestamente a tudo isso e vai ver que é mais complicado do que parece, dá mais trabalho do que se imagina. E há mais nuances que 50 tons de cinza.

Apenas tenha em mente que as melhores profissionais serão aquelas que têm métodos de trabalho muito bem definidos, desde a burocraria até a “psicologia” no trato com clientes e o pessoal da agência. É nesse lugar que a gente tem que estar.

Share

Editora do site Atendimento e Gestão de Contas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *